Loading...

CLIQUE AQUI E SIGA ESSE BLOG

Em frente...

Em frente...
Eu sou Netto Rodriguez, sou músico, acadêmico de Jornalismo, Cristão Católico. E sou feliz!!!

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Música descartável!!



Seguinte galera!! eu estava me segurando para não escrever sobre isso, mas confesso que não aguentei pois a cada dia surgem mutações musicais absurdas que me deixam incomodado.
Nos últimos anos venho me perguntando por quais motivos a música tanto regride? em especial a música brasileira. Nossa música é mundialmente conhecida pela criatividade, competência, originalidade e principalmente QUALIDADE, esta que raramente hoje se encontra.
Voltando ao assunto das "mutações"... eu estou usando esse termo pelo fato das constantes mudanças e adaptações no meio musical, mudanças forçadas e meramente comerciais, modismo e repetição desnecessária e sem identidade.
Como disse antes nosso Brasil é conhecido pela sua música, mais é música mesmo, lá fora no exterior se consume música brasileira de qualidade, hábito que os próprios brasileiros não tem, isso acontece porque aqui é oferecido porcaria, sim é realmente esse o produto oferecido ao povo.
Ouvir e gostar de boa música é questão de contato e afinidade, é o mesmo que aprender a falar corretamente. Se você convive e cresce em meio a pessoas que falam errado consequentemente você carregará esses hábitos pra toda vida, da mesma forma é a música. É necessário conhecer, se não te foi apresentado algo bom, por si só você não conhecerá as coisas boas e nesse embalo do desconhecimento os desavisados vão pela maioria, pela massa.
A massa que contribui para essas "mutações" pois por necessidade hoje vários artistas adaptam-se ao gosto popular. Por exemplo o SERTANEJO, digo sertanejo gênero musical, tal gênero que é o mais claro exemplo desse processo. Quando falo desse gênero com uma pessoa com mais de 40 anos automaticamente ela remete a tempos de música raiz, música nascida no interior. Porém se falar do mesmo estilo para um jovem entre 15 e 20 anos com absoluta certeza ele liga o estilo ao atual momento, ou seja o tal " SERTANEJO UNIVERSITÁRIO" que nada mais é que um POP, ou melhor o que diferencia o Sertanejo Universitário do Pop Rock é somente porque é cantado em dupla, um faz primeira voz e outro a famosa segunda voz, no mais é tudo igual, usa-se guitarras com distorções e ritmos que em nada lembram o verdadeiro sertanejo.
Citei o sertanejo pois é o que mais se aproxima do meu pensamento sobre assunto e quero deixar claro que não tenho nada contra os artistas desse segmento, apenas não concordo com a denominação usada e com a necessidade que se tem de mudar para vender. Nesse barco se vai muitos estilos e todos eles genuinamente brasileiros, por isso digo que é triste e sem identidade.
Ninguém vira artista da noite pro dia, se nasce artista, essa é a diferença. Portanto é totalmente condenatório o uso desse dom indevidamente, é como um crime fazer o que hoje se faz com nossa música, a cada dia se mata um pouco de sua beleza.
Por favor não vão pela massa, tenham gosto próprio, se definam. Excluam dos seus repertórios o que é descartável.
Me chamam de chato ou de sabe tudo mais penso que mesmo se não fosse músico eu teria essa mesma concepção, e bom senso para diferenciar o bom do usual.

Abraço a todos!!!!
Netto Rodriguez


Postagens populares